18/10/2016 08:16:00

Conservação da Mata Atlântica

Cenibra apoia Belo Oriente na captação de recursos


ACS Cenibra


Espécies endêmicas da Mata Atlântica vão ganhar mais proteção
Criada em 2002, a Área de Proteção Ambiental (APA) de Belo Oriente possui uma área total de 18.308,83 hectares. Em seus limites estão grande parte das nascentes que abastecem o município de Belo Oriente e várias outras comunidades.
Apesar da importância e localização estratégica, essa APA ainda não tem um Plano de Manejo consolidado para fornecer subsídios técnicos que direcionem o uso sustentável do solo na área e seja base para ações de conservação dos recursos naturais.

O projeto “Elaboração do Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) de Belo Oriente”, foi submetido, pela Associação dos Moradores do Alto do Galo, ao Edital de projetos para unidades de conservação municipais públicas e privadas da Mata Atlântica e ambientes marinhos e costeiros, da fundação SOS Mata Atlântica. A elaboração do projeto recebeu apoio da área de meio ambiente da prefeitura de Belo Oriente e da Cenibra, intermediada pela equipe do Departamento de Meio Ambiente e Qualidade.

Para ser aprovado, o projeto atravessou duas fases, foi avaliado pelo comitê técnico-científico e Fundação SOS Mata Atlântica, que checaram a consistência, viabilidade, objetividade e relevância, dentre outros fatores. No total, 98 projetos foram submetidos – originados de todas as regiões da Mata Atlântica –, e destes, 24 foram aprovados, sendo somente dois em Minas Gerais, um deles o de Belo Oriente.

ACS Cenibra


Lagoa Piauzinho: prova de que o manejo sustentável dá certo
“Esse tipo de resultado mostra a importância do trabalho conjunto entre Município e Cenibra, na busca de oportunidades e alternativas que de fato contribuam com a realidade ambiental e social dessas regiões”, ressalta Gabriel Coimbra Rafael, analista ambiental.

As APAs são unidades de conservação de uso sustentável, geralmente em uma área extensa, com certo grau de ocupação humana e dotada de atributos abióticos, bióticos, estéticos ou culturais especialmente importantes para a qualidade de vida e o bem-estar das populações humanas. Seus objetivos básicos são proteger a diversidade biológica, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais.




Envie o seu Comentário