18/10/2016 08:19:00

Cartão postal mais verde e bem cuidado

Parque Ipanema recebe atenção especial com plantio de árvores e ganha novo sistema de iluminação com lâmpadas de Led



Secom/PMI/Infrater


O Parque Ipanema, cartão postal de Ipatinga
Uma das maiores áreas verdes em perímetro urbano do país, o Parque Ipanema recebe cuidados especiais o ano inteiro, para se manter sempre agradável e natural. Nos próximos dias, a prefeitura de Ipatinga promoverá a ligação da nova rede de iluminação com lâmpadas de Led, assegurando melhores condições de segurança e tornando o lugar ainda mais belo e atraente. O principal cartão postal da cidade é também um dos locais da região mais procurados por moradores, visitantes e turistas em busca de momentos de descanso, lazer, esportes e convivência social.

Para garantir a manutenção e preservação do espaço público com mais de um milhão de metros quadrados, a PMI mantém um programa contínuo de plantio de grama, inserção e reposição de plantas. Somente na área que vai do Bosque das Mangueiras, nas margens da Avenida Cláudio Moura, até a parte principal nas margens do Ribeirão Ipanema, são 85 jardins que abrigam 44 espécies ornamentais diferentes. As espécies são cultivadas no Viveiro Municipal, localizado dentro dos limites do parque, criado nos anos 80 e tombado como patrimônio cultural do município em 2000.

Secom/PMI/Infrater


Novos postes vão receber as lâmpadas de LED
As intervenções de jardinagem seguem os critérios originais do arquiteto Roberto Burle Marx (1909/1994), responsável pelo projeto paisagístico do Parque Ipanema. Desde 2014, a determinação de garantir a conservação original do espaço é assegurada por lei sancionada pela prefeita Cecília Ferramenta. E algumas áreas degradadas, no Iguaçu e no Jardim Panorama, também foram revitalizadas e reintegradas ao complexo ambiental.

Novas espécies
Todo o trabalho de cultivar, plantar e cuidar das plantas é desenvolvido por técnicos e equipes da Infrater Engenharia, em parceria com a PMI. Só nos últimos três anos foram plantadas mudas de 11 novas espécies, entre elas o Roxinho (Alternanthera dentata), Cróton (Codiaeum variegatum) e Cravina (Dianthus chinensis).

Entre as espécies arbóreas, o Parque Ipanema ganhou recentemente 143 novas mudas. Algumas bastante conhecidas da população, como Flamboyant-gigante (Delonix regia), Ipê-de-jardim (Tecoma stans), Coqueiro (Cocos nucifera) e Embaúba (Cecropia pachystachya), além das palmeiras. Para evitar a depredação e o contato com animais, as plantas foram cercadas com madeira e arame, até que ganhem porte e possam se desenvolver.

Secom/PMI/Infrater


Elenice Freire e os filhos, no Parque Ipanema
Recomposição
Na programação anual de manutenções no parque são realizadas limpezas, replantios, topiaria (prática de jardinagem que consiste, mediante poda, em dar formas artísticas às plantas) e irrigação dos canteiros e gramados. Além de assegurar a inserção e renovação das espécies, para garantir mais colorido e beleza ao espaço, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente estima que 30% dos serviços feitos nas áreas verdes são para a recomposição de espécies danificadas pela ação de vandalismos.

Entre as plantas exóticas (não nativas), ao menos 10 espécies foram cultivadas de novo no Parque Ipanema após serem depredadas. Algumas delas, como Azaleia, Pingo de Ouro e Bastão do Imperador, foram trocadas após serem arrancadas ou terem os brotos quebrados.

Secom/PMI/Infrater


Palmeiras são plantadas e cercadas, para proteção
Preservação
“Além das belezas naturais, o Parque Ipanema transmite muita paz. É um refúgio e, sempre que posso, venho com meus filhos passar algumas horas contemplando as plantas com as suas cores variadas, enquanto as crianças se divertem”, diz a auxiliar em Educação Elenice Ferreira Freire, de 39 anos, que aproveitou o feriado de 12 de outubro para visitar o cartão postal natural de Ipatinga.

Sandra de Almeida, de 35 anos, e Flávia Cardoso, de 22 anos, moram na vizinha cidade de Belo Oriente. Há alguns anos, “adotaram” o Parque Ipanema como o principal local de lazer para levar os filhos menores de idade. “De fato é um lugar bonito e merece ser bem cuidado. As pessoas precisam ajudar o poder público a manter o parque preservado”, afirmam.

Iluminação
Simultaneamente à conservação do paisagismo e equipamentos, a PMI também desenvolve projetos de melhorias no Parque Ipanema. O próximo será a substituição das antigas luminárias de vapor de sódio por modernas lâmpadas de Led, que garantem mais segurança, eficiência e economia.

Cerca de 8 mil metros de dutos e 240 postes de estrutura metálica estão sendo instalados, contemplando pontos considerados “escuros” na área do parque e que eram alvo de reclamação dos moradores. Com isso, os campos de futebol, toda a extensão da pista de caminhada, a área de galpões e as quadras poliesportivas vão ter mais luminosidade.

Os investimentos são do programa Ipatinga Luz, criado pela Administração para gerenciar a extensão e manutenção da rede de iluminação pública do município, com recursos da contribuição para custeio dos serviços de iluminação pública (Cosip).




Envie o seu Comentário