18/11/2016 13:59:00

O seu condomínio é seguro? Regras básicas podem garantir mais segurança para todos




Mesmo sem investir em equipamentos caríssimos, comportamento de condôminos pode ampliar segurança, alerta especialista

Antigamente as pessoas buscavam apartamentos, pois eram locais mais difíceis de serem assaltados, mas, nos últimos anos, vivenciamos quase que semanalmente a divulgação de um novo assalto ou arrastão em condomínios.

“A insegurança existe em todos os locais. E hoje não há mais um critério se o condomínio é luxuoso ou não. Os bandidos estão cada vez mais audaciosos e aproveitam pequenos deslizes e falta de treinamento de funcionários de portaria e limpeza para assaltar apartamentos”, comenta Niv Yossef Steiman, gerente de projetos do Grupo R (especialista em segurança privada).

Investir na segurança de um condomínio, ao contrário do que muitos pensam, não requer grandes recursos financeiros. Além de cuidados com fechaduras, cercas elétricas e câmeras, há comportamentos que os condôminos podem adotar e dificultar a ação dos ladrões.

“Um condomínio que não possui itens estratégicos de segurança, pode, ao menos, seguir alguns procedimentos básicos, como controle de acesso, restrição de horários para entrega, boa iluminação. Mas, o ideal e cuidar da segurança de forma séria e é possível planejar a implantação de elementos e sistemas de segurança aos poucos. Essa ação, inclusive, pode reduzir custos elevados e contribuir para a cultura de segurança do condomínio”, comenta Steiman.

Segundo Niv Steiman, os principais indícios que o condomínio possui melhores condições de segurança são:

- Controle de acesso rigoroso
- Sistema de segurança eletrônica 24 h (CFTV, monitoramento de alarme ou imagens/cerca eletrificada)
- Entradas independentes
- Garagem com clausura
- Iluminação nas áreas externas
- Iluminação em escadas e áreas internas
- Restrição de acesso para entregadores (p.ex. O entregador não pode subir. É necessário que o dono do apartamento desça para receber a entrega ou encomenda)
- Interfones em bom estado
- Restrição à entrada de veículos de não condôminos

“Se um condomínio tiver funcionários treinados periodicamente e forem uniformizados também é uma maneira de identificar se ele tem bom nível de segurança. O ideal é que o condomínio também tenha um manual formal de normas e procedimentos de segurança para cada cargo (porteiro, vigilante, controlador de acesso), e realize palestras internas de conscientização sobre normas de segurança, inclusive divulgando comunicados em elevadores e quadros de avisos com informações sobre normas e procedimentos de segurança”, complementa Steiman.

Niv Steiman ainda destaca algumas dicas de segurança importantes para condomínios.

CUIDADOS DA PORTARIA

-Não permitir a saída de visitante que carregue objetos ou pacotes, sem autorização do morador visitado.

- Se observar veículo com um ou mais ocupantes estacionado nas proximidades do prédio por longo tempo ou que passe várias vezes, lentamente, parecendo estar observando a rotina da portaria e do acesso à garagem, acione a polícia.

- Ao abrir o portão da garagem, identificar o motorista e observar se não há risco de entrar alguém junto (exemplo: escondido, abaixado no banco traseiro).

- Na entrada ou saída de pessoas do condomínio, somente abrir o portão após verificar se não há suspeitos nas proximidades.

ACESSO DE VISITANTES / PRESTADORES DE SERVIÇOS

- Ao receber visitas de pessoas que não sejam íntimas, prefira utilizar as áreas comuns de seu condomínio, de preferência à vista dos funcionários do empreendimento.

- Ao atender visitantes, na ausência de clausura, o porteiro deve manter os portões fechados e as pessoas do lado externo do condomínio.

- Avisar o condômino sobre visitas, entregas, etc., e só permitir acesso às dependências mediante autorização do morador e devidamente acompanhado por um funcionário.

- Antes de autorizar a entrada, o morador deve sempre ter a certeza que conhece o visitante e que ele é bem vindo à sua residência.

- Evitar permitir que os empregados domésticos ou crianças possam autorizar o acesso de visitantes.

- O acesso de prestadores, sempre que possível, deverá ser restrito a um horário pré-fixado e ser precedido das cautelas disponíveis. - Ao receber prestadores de serviços, é necessário identificá-los, anotar os dados de seus documentos.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Reação dos Leitores





Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário