09/12/2016 11:00:00

Pesquisa revela as principais reclamações das mulheres com seus cabelos



Imagem Internet

Realizada pelo Grupo Minha Vida, Avaliação de Beleza aponta que caspa, frizz e falta de crescimento são as principais preocupações das mulheres com os fios


O Brasil é o quarto maior mercado consumidor de produtos para higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos[1]. E em um setor com constantes lançamentos de produtos, a maior preocupação das mulheres brasileiras em relação a seus cabelos é com a caspa. É o que aponta a Avaliação de Beleza, levantamento conduzido pelo Grupo Minha Vida com 25.800 mulheres maiores de 18 anos, entre 2015 e 2016.

Para a Dra. Bhertha Tamura, dermatologista parceira do Minha Vida, a preocupação com as caspas, apontada por 26% das respondentes da pesquisa, condiz com as queixas das pacientes que atende em seu consultório: “Juntamente com a queda de cabelo, a caspa está entre as principais preocupações das mulheres”. Ainda de acordo com a especialista, os dois problemas estão relacionados e existem diversos motivos que podem levar ao aparecimento da caspa: “Stress do dia a dia, usos de produtos não indicados, alergias e químicas podem causar o surgimento da caspa, que, por sua vez, é um dos motivos da queda de cabelo maior do que o normal. Nesses casos, o acompanhamento médico, a suspensão de cosméticos que podem causar irritação e o uso de produtos adequados resolvem o problema”.

Outra preocupação comum relatada pelas respondentes da Avaliação de Beleza é com excesso de volume. No total, 16% das mulheres declaram se preocupar com esse problema, sendo um apontamento mais relatado por mulheres que não têm cabelos lisos. Dentre as demais preocupações apontadas pelo levantamento está a falta de crescimento dos fios, questão citada por 15% das respondentes. A médica explica que é comum mulheres mais velhas relatarem problemas com o crescimento dos fios: “A partir dos 50 anos, o corpo começa a mudar. Os folículos capilares vão ficando atrofiados e as glândulas da região passam a produzir menos gordura. Em consequência disso, os cabelos ficam mais finos e mais ralos, e o crescimento mais lento”. A especialista chama a atenção que, quando observada em pessoas mais novas, pode se tratar de um problema genético: “Em uma pequena parcela das pessoas, após os 30 anos, o cabelo pode apresentar diminuição no ritmo do crescimento. Nota-se que o cabelo cresce até certo ponto e, depois, para de crescer”.

A Avaliação de Beleza aponta ainda outras apreensões da mulher brasileira em relação a seu cabelo. Para Márcia Netto, diretora do Minha Vida, essa pesquisa possibilita aos usuários uma reflexão sobre seus hábitos diários: “A ferramenta online proporciona aos respondentes autoconhecimento e análise do nível de cuidados com corpo, pele e cabelos. Como temos muitos acessos em nosso site, chegando a mais de 25 milhões de visitantes mensais, as pesquisas periódicas que realizamos são fundamentais para entender como nosso público pensa e toma decisões”.

O aparecimento de frizz (10%), a calvície (10%) e a oleosidade na raiz com ressecamento das pontas (5%) são as demais preocupações apontadas na análise. De acordo com a Dra. Bhertha, a oleosidade excessiva pode estar relacionada com problemas mais complexos: “Geralmente, o cabelo oleoso é mais observado em adolescentes que estão passando por mudanças hormonais típicos da puberdade. Quando ocorre em mulheres mais velhas, é necessário investigar a causa, pois pode ser sinal de problemas de saúde, como desregulação hormonal e síndrome do ovário policístico”. A médica ainda explica que ressecamento e pontas duplas são sinais de que o cabelo precisa de cuidados mais intensos: “São indicações de que o cabelo precisa de hidratação e nutrição, para que os fios se recuperem de danos causados por procedimentos químicos e pela alta temperatura de chapinhas e escovas”.



Dicas para os cabelos bonitos e saudáveis

A Dra. Bhertha Tamura revela como garantir que os cabelos estejam sempre saudáveis e bonitos:

· Alimentação Balanceada: “Quando o corpo tem deficiência de vitaminas, os cabelos e as unhas são os primeiros a refletirem. É importante ter cuidado com dietas restritivas e procurar sempre acompanhamento de nutricionista para garantir o consumo de vitaminas e proteínas esteja adequado com as necessidades do corpo”.

· Vida Equilibrada: “Os cabelos também revelam quando não estamos bem psicologicamente. Stress, ansiedade e depressão podem causar enfraquecimento e queda dos fios”.

· Higiene: “É mito de que lavar demais enfraquece os cabelos. A limpeza contínua é fundamental, mas cada cabelo, dependendo da oleosidade natural, tem uma necessidade diferente, que pode variar de lavagens todos os dias ou uma vez por semana. O importante é evitar prender e dormir com cabelos ainda úmidos”.

· Produtos adequados: “O brasileiro é muito vaidoso e costuma usar muitos produtos de beleza, inclusive no cabelo. O problema está em usar muitos produtos fortes, que podem irritar o couro cabeludo. Às vezes, a pessoa usa tantos produtos, que nem sabe qual está fazendo mal. É necessário tomar cuidado na aplicação, evitando passar na raiz e, ao notar alguma reação adversa, é importante suspender o uso e procurar um dermatologista”.

· Acompanhamento médico: “O especialista sempre terá a melhor indicação para cada caso. Ao observar um problema ou incômodo, procure um médico e siga rigorosamente as suas instruções e tratamentos, para garantir uma melhora rápida e eficaz”.


Sobre o Grupo Minha Vida

Com 12 anos de atuação, o Grupo Minha Vida desenvolve produtos digitais que fazem bem à saúde. Entre suas unidades de negócio está o portal Minha Vida, maior site de saúde e bem-estar do Brasil, que atinge mensalmente mais de 25 milhões de pessoas; o aplicativo Dieta e Saúde, programa de emagrecimento saudável; além de outros produtos como Tecnonutri, Consulte.me e DS Kids, aplicativo voltado à alimentação saudável das crianças. Mais informações em: www.minhavida.com.br/corporativo/quem-somos





Envie o seu Comentário