16/12/2016 18:28:00

Copa do Brasil



Divulgação

A CBF promoveu, em sua sede, o anúncio dos confrontos da primeira fase da Copa do Brasil, e com algumas novidades. Nas duas primeiras etapas, haverá apenas uma partida entre os clubes disputantes. Na primeira fase, o mando de campo será da equipe em posição inferior no ranking, mas o visitante terá a vantagem do empate. Na segunda fase, a decisão do mando de campo será por sorteio. O vencedor passa à a próxima fase. No caso de empate, a decisão será nos pênaltis.

Somente na terceira fase haverá a disputa de dois jogos, e alguns confrontos já estão definidos. O Cruzeiro enfrentará o Volta Redonda, o Corinthians pegará a Caldense, e o América Mineiro visitará o Atlético do Acre.
Os clubes que disputarem a Libertadores ficam fora das duas primeiras fases.

MUDANÇAS
Além das especulações, muitas mudanças agitam todos os clubes nesta reta final de ano. Todos indo à caça de bons jogadores e treinadores. O Atlético deve acertar com Bruno Rodrigo, ex-zagueiro do Cruzeiro, que não teve o seu contrato renovado. Assim, ele pode seguir o mesmo caminho de Léo Silva, oriundo do time celeste e que conquistou a Libertadores, Recopa e Copa do Brasil com o alvinegro.

Mas outros clubes também e interessam pelo ex-cruzeirense, que nesta temporada falhou além da conta. Há também sondagens em torno de Lucas Pratto, que poderia ir para o futebol chinês na próxima temporada. O Galo busca mais um jogador de meio-campo, e o nome mais cotado é de Elias, relegado á reserva no Sporting em Portugal. Por fim, o clube deve liberar Ronaldo e Junior Urso.

No Cruzeiro, Tinga, depois de se afastar dos gramados, será o novo Gerente de Futebol, em mais uma aposta arriscada da diretoria. O setor defensivo deverá ter reforços no próximo ano. O atacante Marcelo Moreno já foi sondado, mas o Cruzeiro terá a concorrência de times chineses que prometem uma boa proposta financeira para o jogador permanecer no país asiático.

No América, não vai ser diferente, muitas caras novas devem surgir no próximo ano, principalmente pelo novo rebaixamento à série B. A tendência é pelo aproveitamento de mais garotos da base, para ajustar a folha de pagamento à nova realidade.

Já o Boa Esporte, uma agradável surpresa desta temporada, com a conquista do título da Série C, vencendo o Guarani de Campinas, pretende voltar com força total à série B. A diretoria continua à procura de um novo comandante. O cargo ficou vago com a saída de Ney da Matta, que levou o time à conquista nacional. E certamente o novo treinador vai pedir alguns reforços.

OLGUIN
Mais uma vez a Academia Olguim mostrou força na XX Copa BH de Karatê, realizada no último final de semana, com a conquista de 4 medalhas. Cecília Kobayashi foi Prata no Kumitê, Wadson Souza foi Prata no Kata e Bronze no Kumitê, e o mestre Júlio Olguin trouxe o Bronze no Kata.

Segundo ele, a participação dos atletas e as conquistas foram muito importantes para a evolução dos seus alunos, pois a disputa envolveu os melhores competidores de Minas Gerais. Na próxima temporada, está prevista a participação nos campeonatos do estado, na Seletiva para o Brasileiro, no Campeonato Sul-Americano, que em 2017 será disputado na Argentina, e também a participação em competições no Estado de São Paulo, com boas expectativas de novos triunfos.

SOCIAL
O Saci acelera os preparativos para o Campeonato Mineiro do Módulo II. A diretoria já acertou a vinda de jogadores já conhecidos da torcida, e vai ainda aproveitar alguns que foram escolhidos nas peneiradas deste final do ano.

A Federação Mineira de Futebol, já liberou a tabela da primeira rodada. O Social irá estrear no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, encarando o Tupynambás, que se sagrou campeão da segunda divisão.

A FMF já deveria ter unido o Módulo II e a Segunda Divisão, a fim de reduzir os custos para os clubes com a realização de uma competição regionalizada, eliminando a segundona que, a cada ano, atrai um número menor de clubes, que se desinteressam por um campeonato longo, com disputas desnecessárias e dispendiosas, situação que se agrava em um período de grande crise na economia nacional.

IPATINGA E NOVO ESPORTE
As duas equipes profissionais de Ipatinga não definiram a sua vida para a próxima temporada. O Novo Esporte, que atuou na segunda divisão, optou por não disputar o campeonato deste ano. Já o Ipatinga que já foi a sensação do Mineiro, conquistado em 2005, e também alcançou projeção com as boas campanhas na Copa do Brasil, além de ter participado um ano da elite do futebol brasileiro, continua uma incógnita.

Por sinal, depois de ouvir o canto da sereia e se transferir para Betim, onde não recebeu o apoio prometido, o Tigre retornou a Ipatinga, mas não conseguiu reconquistar seus torcedores. Hoje, apenas suas escolinhas é que funcionam no seu Centro de Treinamento, no antigo clube da Aciaria. Conforme as notícias de bastidores, o Ipatinga dificilmente participará de qualquer competição em 2017, o que é lamentável para a nossa cidade.

LEMBRANÇAS
João Batista Hubner Guimarães, o “Batistinha”, esteve à frente do Clube da Aciaria por vários anos, atuando como diretor de futebol. Sem dúvida, foi um dos maiores dirigentes no Vale do Aço.

Contato com a coluna: roberto50mg@hotmail.com.




Envie o seu Comentário