09/01/2017 10:46:00

Do Maracanazo a Krakatoa

Dicas de bons livros para se ler nas férias



Entre as boas indicações de leitura para este início de ano estão o livro Maracanazo, de Arthur Dapieve, que mescla ficção e realidade para compor cinco histórias de enorme coesão narrativa, na atualidade e no impacto.

No primeiro conto, dois garotos pegam onda no mar batido de Copacabana, sem saber que estão prestes a enfrentar um evento inesperado. Os dois contos seguintes apresentam o universo da música: num concerto em Viena, em 1939, e num ensaio do Pink Floyd em Londres.

Divulgação

Já “Bloqueio” descreve uma situação absurda de uma pessoa que se vê num impasse nas ruas do Rio. “Maracanazo”, história que fecha o volume, é um relato surpreendente que começa com a partida que eliminou a seleção espanhola da Copa do Mundo de 2014. Com 160 páginas, o livro é um lançamento da Editora Alfaguara.

Krakatoa
Em 1883, a violenta erupção da ilha vulcânica de Krakatoa, na Indonésia, deixou um rastro de 36 mil mortos e uma cratera no fundo do mar. Outros vulcões já haviam explodido antes, e outros explodiriam no futuro, mas a erupção do Krakatoa teve uma dimensão inédita e até hoje não igualada.

A explosão não destruiu apenas a montanha que formava o vulcão: ela riscou do mapa a própria ilha onde a montanha estava situada. Não por acaso, o nome Krakatoa tornou-se um sinônimo de catástrofe. Escrito por Simon Winchester, o livro tem 440 páginas e é da Editora Objetiva.


Reação dos Leitores





Comentários

Lilian

09 de Janeiro, 2017 | 16:24
Sou geóloga de formação, já li o livro Krakatoa. É ótimo, vale a pena. Ele faz toda uma contextualização econômica, religiosa e politica na época deste evento, que arrasou com uma importante região comercial da época.
Envie o seu Comentário