09/01/2017 17:45:00

Casos de febre hemorrágica mobilizam órgãos de saúde na região

Doses extras devem ser destinadas para municípios da região de Caratinga e do Vale do Mucuri



Enviada para o whatsapp do DA


Populares, na cidade de Ladainha, no Vale do Mucuri, esperam por vacina contra febre amarela
Em três municípios de responsabilidade da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Coronel Fabriciano deverá ser realizada nova campanha de vacinação contra a febre amarela. São eles Caratinga, Piedade de Caratinga e Imbé de Minas.

Já foram registrados cinco óbitos na região de Caratinga em decorrência a febre hemorrágica, com a suspeitas de terem sido provocadas pela febre amarela, além de outros casos de pacientes que estão em tratamento. Os casos foram divulgados na semana passada, pelo Portal Diário do Aço.

De acordo com a assessoria de comunicação da SRS de Fabriciano, serão recebidas nesta terça-feira (10) doses de vacinas de rotina, que completam o calendário nacional de vacinação e doses extras da vacina contra febre amarela.

A vacina contra a febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com nota enviada pelo Governo do Estado de Minas, o estado conta com 250 mil doses da vacina em seu estoque. As vacinas são fornecidas mensalmente pelo Ministério da Saúde e o país tem estoque suficiente para atender toda a população nas situações recomendadas.

Os órgãos públicos de saúde afirmam que a vacina é segura e eficaz, para o uso, a partir dos nove anos de vida em situações normais ou a partir dos seis meses de vida, em casos de surto da doença. O prazo de validade da vacina é de dez anos e quem perdeu o cartão de vacina e não se lembra de quando foi imunizada a recomendação é que procure uma nova dose, caso for viajar para as áreas com registro de transmissão da doença.

Você tem dúvidas sobre a febre amarela? Médico infectologista do Hospital Márcio Cunha esclarece.

Notificação

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) notificou ao Ministério da Saúde a suspeita de 12 casos de febre hemorrágica nos municípios de Ladainha, Malacacheta, Frei Gaspar, localizados no Vale do Mucuri e em Caratinga, Piedade de Caratinga e Imbé de Minas.

Todos os municípios fazem parte da área de recomendação para vacinação, assim como todo o estado de Minas Gerais.
Além da febre amarela, as outras doenças investigadas são dengue, leptospirose e febre maculosa, transmitida pelo carrapato estrela. Os testes para o diagnóstico da doença são realizados no laboratório da Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

O Ministério da Saúde recomenda a imunização com a vacina às pessoas que residem ou viajam para regiões silvestres, rurais ou de matas e lagoas, que são áreas com recomendação da vacina contra febre amarela, a vacinação contra a doença. Os meses de dezembro a maio são o período de maior número de casos com transmissão considerada possível em grande parte do Brasil.

A nota da SES-MG acrescenta que equipe técnica está em campo para apoiar os municípios na investigação dos casos e nas ações de mobilização, controle e vacinação.




Envie o seu Comentário