10/01/2017 18:16:00

Volta do Ipatinga?



Divulgação

Notícias de bastidores dão conta que o Ipatinga confirmou participação no Campeonato Mineiro da 2ª Divisão, e também há informações de que uma instituição bancária e uma rede de supermercados serão os patrocinadores máster na volta do clube nesta temporada. O clube já esteve na elite do futebol brasileiro, mas teve uma queda vertiginosa e hoje amarga a 3ª Divisão do campeonato estadual, uma situação triste para quem já disputou a semifinal de uma Copa do Brasil.

Muitos por aí acreditam que o ex-presidente Itair Machado vem articulando estes patrocínios para o retorno do clube à elite do futebol mineiro, e é esta a expectativa do presidente Almir Azevedo, que ainda conta com uma boa estrutura do centro de treinamento, no antigo clube da Aciaria, no bairro Cariru, onde funcionam também as escolinhas do Ipatinga. Assim, fica a expectativa do torcedor para que de fato ocorra o retorno do Ipatinga às disputas estaduais e nacionais, mas a direção do clube ainda não confirmou as decisões que irá tomar para este retorno.

IPATINGÃO
O estádio municipal de Ipatinga ainda não tem um gerente indicado, mas pelas atuais dificuldades financeiras da prefeitura, é provável que este gerente não seja indicado neste momento, e administração do estádio fique a cargo da Secretaria de Cultura Esporte e Lazer.

Entretanto, é preciso dar uma satisfação à sociedade esportiva das atuais condições do estádio, pois havia a expectativa de uma liberação de verba pelo governo federal para a conclusão das reformas, mas, de acordo com informações, não houve o repasse do dinheiro e as obras não vieram.

Como é um patrimônio público, o estádio precisa estar em condições de sediar jogos, mesmo a cidade não tendo um clube profissional. Em algumas oportunidades, o Ipatingão poderia ser usado por Atlético e Cruzeiro, principalmente em seus jogos contra América de Teófilo Otoni e Democrata de Governador Valadares nas partidas do Campeonato Mineiro. E diante das atuais condições do estádio e do gramado, não haveria liberação dos laudos pelos poderes competentes. A população local merece uma satisfação da real situação em que se encontra o Ipatingão.

OUTROS ESPORTES
Recebi, com satisfação, um comentário sobre a coluna da semana passada, e reforço a necessidade do nosso município recuperar a tradição no esporte especializado. Ipatinga já foi penta campeã dos Jogos do Interior Mineiro (JIMI’s) e participou ativamente de várias competições, como Handebol, Futsal, Peteca, Damas e Ciclismo, entre outros.

A cidade foi referência em competições de rua, que hoje despontam em todo o país, com participação de atletas de nível nacional e internacional, e estas referências não podem ser perdidas no tempo. Quando se fala em competição, muitos acreditam que gera gastos financeiros. Na realidade, são investimentos em atletas, eventos que se traduzem em recursos para a cidade, pois uma competição de alto nível atrai atletas do país inteiro, favorecendo vários setores.
É preciso que os empresários acreditem neste potencial tão pouco explorado pelos órgãos responsáveis.
Já tivemos tradição, com várias modalidades de competições todos os anos, mas existe mais. Quem mantém acesa a chama do esporte especializado ainda é a Associação Esportiva e Recreativa Usipa, com competições em várias modalidades e presença de atletas de várias partes do país.

É preciso criar um calendário esportivo a ser cumprido, indiferente do partido político no poder, como se fosse uma lei a ser cumprida, e em parceria com as entidades esportivas da cidade. Só assim vamos poder movimentar a cidade, que enfrenta uma de suas piores crises. O turismo é uma das maiores indústrias do planeta, movimenta grande volume de recursos se bem administrada.

E temos aqui na cidade turismólogos que podem ser bem aproveitados para explorar as belezas da região, com visitas direcionadas para os atletas que aqui viessem competir. Na realidade, falta vontade de fazer ou acreditar nas pessoas que querem fazer.

Afinal de contas, qual é a função do Conselho Municipal de Esporte, o que seus membros têm feito para implantar novas ideias para que a cidade de Ipatinga se torne uma referência no esporte nacional? Eu acredito que é hora de uma mudança radical no Conselho de Esportes, de forma a permitir que a comunidade dele possa fazer parte e trazer novas propostas para o esporte local.

LUCAS PRATTO
O argentino, que deve se transferir para a Europa, havia recebido proposta também da China, mas avisou que não deseja ir para o país asiático e que, se permanecesse no Brasil, também não teria interesse em jogar em outra equipe que não fosse o Atlético.

O Palmeiras apresentou uma proposta de 34 milhões de reais para oferecer ao Atlético por Pratto, mais o passe do volante Arouca, e nas próximas semanas deve haver um encontro entre os dois presidentes. Mas o Galo reforça que não há interesse em vender o jogador para o futebol brasileiro.

LEMBRANÇAS
A Corvaço, que durante muitos anos organizou competições de corridas de rua em Ipatinga, mas que sem apoio, com o passar dos anos e a falta de investimentos em forma de patrocínio, parou de fazê-lo. Mas de fato, teve uma fase muito importante na história do atletismo na região.

Contato com a coluna: roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário