27/01/2017 14:15:00

O fim das lingeries em panos quentes

Wagner Penna aborda as últimas novidades do mundo da moda



Weber Pádua divulgação


Arte Sacra: inverno nos bares
SUCESSO
Começaram com o pé direito, em Beagá, os lançamentos de inverno nas confecções que vendem para os lojistas revenderem para a consumidora final. A primeira semana mostrou boas vendas, com destaque para algumas marcas como a Fleche d’Or que vai fazer mais dois lançamentos, um em fevereiro e outro em março, em São Paulo.

Com toques sensuais e estampas bonitas e exclusivas, a grife comandada por Sabrina Costa e Wallace Gonçalves marcou mais um belo tento nessa temporada. E, com isso, vai consolidando sua posição entre as mais bacanas e prestigiadas de Minas.

BH-À-PORTER
E por falar em lançamentos de inverno 2017, parece que o calendário invernal deste ano na pronta-entrega das confecções vai até o final de abril. Tudo porque a atuante Coopermoda vai promover seu tradicional BH-À-Porter, de 20 a 28 de abril.

Cerca de 70 confecções já estão inscritas para participar do evento. É uma ótima oportunidade para os lojistas completarem os seus estoques, pois muitas marcas fazem micro coleções exclusivamente para participar da promoção. Anotem.

AUTOMÁTICO
Uma das indústrias que mais absorvem mão de obra em todo o mundo, a confecção de roupas está prestes a passar por uma revolução. É que uma empresa de software está testando a automação de corte, fechamento e finalização de roupa, algo difícil por causa da maleabilidade dos tecidos.

O segredo está no ‘endurecimento’ do tecido com uma sustância que, depois, pode ser retirada apenas com água. Se der certo, vai fechar milhões de postos de trabalho no mundo subdesenvolvido. E com isso, vai acabar também o risco de trabalho escravo em algumas regiões.

TRUMP
O primeiro resultado do Trump exigir fábricas dentro dos Estados Unidos para criar empregos lá já aconteceu, ao menos no mundo da moda. A marca Louis Vuitton, orgulho dos franceses, vai implantar fábricas na Carolina do Norte e no Texas, e ampliar a unidade de Los Angeles.

Tudo com o carimbo ‘made in USA’. Não foi à toa nem de graça que, antes da posse, houve o famoso encontro em Nova York do novo presidente norte-americano com Bernard Arnault, dono da L.V.

////

VAIVÉM
- Realmente, foi muito justa a eleição de Rodrigo Cezário, via internet, para o Conselho de Política Cultural do governo de Minas, para as áreas de moda & design. Ele é craque nos dois assuntos e um dos profissionais mais respeitados. ***

- As irmãs Anne e Luciana Fernandes estão felizes da vida. Sua marca, a Anne Fernandes, fez um tremendo sucesso na abertura da temporada de inverno 2017 em Beagá. Além de bonita, a coleção é bem comercial e com soluções surpreendentes. ***

- Outra grife com uma boa coleção invernal é a Arte Sacra. A inspiração para a coleção foram os bares bacanas, com as cores baseadas nos drinks mais famosos do mundo e um estilo mais solto, sob medida para a balada. Bacanérrimo. ***

PONTO FINAL – Vai acabar a penúria das mulheres em usar, em pleno verão, sutiãs e lingeries feitos geralmente com tecidos quentes. A marca Giapenta vai fabricá-los com tecidos que mudam a sua temperatura conforme o clima da hora. Segue o mesmo padrão dos fios usados nas roupas de fitness, que se ajustam à temperatura do corpo. Mais conforto, impossível.


Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário