08/02/2017 17:14:00

Mano x Oliveira



Divulgação

Declarações como as últimas feitas pelo treinador Mano Menezes, do Cruzeiro, estavam fazendo falta ao futebol brasileiro. Bons tempos de declarações polêmicas de Dadá Maravilha, Éder Aleixo, Renato Gaúcho, Serginho Chulapa, Edmundo e muitos outros, que motivavam seus companheiros e também os adversários. O futebol era mais atraente.

Assim, até o desfecho, os rivais do Cruzeiro vão tentar tirar um sarro do time, e a equipe da Toca estará mais atenta para não decepcionar e virar motivo de chacota. Isso é ótimo para o campeonato. Só não concordo com o que muita gente está dizendo, que o repórter foi humilhado por Mano. Nada disso.

Oliveira Lima, da Rádio Minas, de Divinópolis, foi muito bem. O assunto era pertinente. Lamentável mesmo foi o fato dele não ter tido o direto de defesa, quando foi acusado de estar vestindo outra camisa, e de nenhum outro repórter ter dado sequência no assunto, até como forma de defender o colega numa boa.

Mano foi muito mal neste caso. Lima é cruzeirense, correto e totalmente imparcial. Eu o conheço há 22 anos, dividimos os mesmos vestiários pós-jogos. Aliás, ao lado do Léo Gomide, da Rádio Inconfidência, eles são os únicos com coragem de formatar perguntas inteligentes e independentes aos profissionais de Atlético e Cruzeiro. Agora, se os jogadores e treinadores não quiserem mais responder perguntas, é só mudar de entrevista para pronunciamento e ponto final. 

SALDO POSITIVO
Oito equipes de Ipatinga chegaram à decisão da II Copa Minas de Futebol de Base, encerrada na cidade no último sábado (4). O Beira Rio ficou com os títulos das categorias sub-13 e sub-15. E ainda foi vice no Sub-12 e sub-17. O Jabaquara chegou às finais do sub-13 e sub-14, e foi vice em ambas.

Já o RPS (Rodrigo Posso) sagrou-se campeão na sub-12. O Pimenta, de Goiás, levantou a taça no sub-16, enquanto o Dínamo Araxá levantou o caneco no sub-17 e o Dínamo de Macaé (RJ) ficou com o título no sub-18. A competição teve um saldo altamente positivo. Detalhe: das sete finais, cinco foram decididas nas penalidades. Equilíbrio total.

JUSTIÇA
Na semana passada, mencionei aqui o esforço e conhecimento do secretário de educação, Jesus Nascimento, ao determinar que escolas do município de Ipatinga fossem abertas para hospedar equipes de outras cidades, que vieram disputar a Copa Minas.

Pois bem. Eu cometi o erro de não destacar também o empenho de Carlos Oliveira, secretário de Esportes, Cultura e Lazer, que teve uma importante atuação para a realização do evento. Aliás, quem temia quanto ao futuro do esporte amador da cidade, pelo fato de Carlão ter uma forte ligação com o futebol profissional, que fique tranquilo. O secretário está se inteirando de tudo sobre a LDI e a LIESPE, para buscar uma solução rápida que possa tirar o nosso esporte da míngua e do quase abismo em que o deixaram, muito especialmente o futebol amador.

BOLA NA ÁREA
O Bola na Área na Vanguarda estará de volta nessa segunda-feira, 13 de fevereiro, a partir das 20h, direto do Espetinho Grill, na Rua Itajaí, 320, bairro Caravelas. Música ao vivo com Ronildson e Banda.
Contato com a coluna: E-mail - fabricio.bolanaarea@gmail.com.br. WhatsApp - (31) 98632-3341.


Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário