15/02/2017 22:02:00

Presa quadrilha que roubou em ótica no bairro Veneza

Bando fugiu em táxi, que apresentou defeito na avenida Londrina



Divulgação PM


Além de prender os quatro acusados de roubo, policiais militas apreenderam dinheiro, telefones celulares, entre outros objetos

A ação de uma quadrilha, por volta de 16h50 desta quarta-feira, resultou na prisão de quatro suspeitos de envolvimento com o crime, praticado no Ponto Ótico, localizado na rua Campinas, bairro Veneza, em Ipatinga.

Conforme a assessoria da Polícia Militar, depois de o roubo ser transmitido na rede de rádio, militares iniciaram o rastreamento dos autores e do veículo usado na fuga, um Ford Fiesta Sedan, prata, com adesivo da loja Afrodite no vidro traseiro.

Um táxi com as mesmas características foi localizado estacionado na avenida Londrina, no bairro Veneza II.

Em buscas realizadas no veículo policiais encontraram uma garrucha, parte do dinheiro levado do estabelecimento comercial e roupas usadas pelos assaltantes no momento do roubo.

O taxista M.L.B., de 49 anos, chegou ao local alegando que o carro havia apresentado um defeito na caixa de marcha. Questionado sobre os itens no interior do veículo, assumiu que havia dado fuga para os autores de um roubo.

Os levantamentos dos policiais militares entraram noite adentro e chegaram à informação que os assaltantes entraram em outro taxi e estavam no bairro Cidade Nobre.

De fato, o veículo foi abordado e presos os seus ocupantes. Na casa da mulher, envolvida no assalto, a cabeleireira Fernanda Elizane Dionísio, de 34 anos, foram localizados outros itens roubados. Foram presos Alan Hernandes Macedo de Souza e Hudson de Jesus Costa, de 20 anos, este último reconhecido como um dos autores que entraram na ótica assaltada.

Em diligências complementares, um dos presos foi reconhecido por fotos como sendo o autor de mais um roubo ocorrido no bairro Iguaçu, quando uma mulher foi atacada e teve roubado um telefone celular. A vítima, inclusive, reconheceu a arma apreendida como a que foi usada pelo assaltante.

Além da arma foram apreendidos R$ 378,45, oito telefones celulares dois cordões dourados e uma aliança.

Alegações
O taxista também acabou detido, mas se defendeu alegando ter sido obrigado a dar fuga aos autores do roubo após ser ameaçado de morte. “Ela (Fernanda) me ameaçou com a arma, fiquei com medo. Não tive como sair deles”, disse M.L. ao Portal Diário do Aço logo após saber que também estava preso.

Hudson, reconhecido no crime, negou a participação no roubo, mesma versão dada por Alan, porém foi encontrado em companhia dos suspeitos. A cabeleireira disse não ter envolvimento, mas segundo a PM, na casa dela apreendida parte dos objetos roubados. Todos os suspeitos foram apresentados no plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga.


Quadrilha é presa após assaltar ótica, em Ipatinga




Envie o seu Comentário