05/03/2017 18:50:00

Entenda Sexualidade e Identidade de Gênero!!!

O Gabriel Oliveira e a Luna Oliveiras vieram bater um papo com a gente sobre identidade de gênero e sexualidade... Mas obviamente não ficamos só nisso, falamos sobre o nome social, sobre respeito e sobre várias outras questões!!!




Tête-à-Tête DA com Gabriel e Luna Oliveira | IDENTIDADE DE GÊNERO E SUXUALIDADE

Gostaria de começar esse tema com algumas perguntas para reflexão, como você se sentiria se as pessoas que você não tem intimidade ficassem questionando sua vida sexual? E exigissem que você a contasse para o mundo? E além de tudo, ficassem tentando entender o porquê você gosta disso e não daquilo? Eu particularmente acharia constrangedor!

Algumas pessoas passam por isso por toda a vida, e eu ultimamente tenho questionado de onde vem toda essa curiosidade sobre a sexualidade do outro e o porquê as escolhas de uns afetam tanto os outros?

As coisas estão mudando, as pessoas têm exigido que suas vozes sejam ouvidas, e que suas escolhas sejam respeitadas, temos que admitir que dividir a humanidade entre homens e mulheres nunca foi o suficiente, e a partir daí a Comissão de Direitos Humanos, em Nova York, decidiu oficializar toda essa multiplicidade, para que todos se sintam identificados, a Comissão apontou 31 (trinta e uma) nomenclaturas de gênero.

A lista completa reconhecida pela Comissão de Nova York segue abaixo.
Vale uma visita ao Google para maiores dúvidas sobre cada termo.
(Lista por https://goo.gl/8SZuGW )

1.Bi-Gendered (Bi-gênero)
2.Cross-Dresser
3.Drag-King
4.Drag-Queen
5.Femme Queen
6.Female-to-Male (Fêmea-para-macho)
7.FTM
8.Gender Bender (Gênero fronteiriço)
9.Genderqueer
10.Male-To-Female (Macho-para-fêmea)
11.MTF
12.Non-Op
13.Hijra
14.Pangender (Pangênero)
15.Transexual/Transsexual
16.Trans Person (Pessoa trans)
17.Woman (Mulher)
18.Man (Homem)
19.Butch
20.Two-Spirit (espirito duplo)
21.Trans
22.Agender (sem gênero)
23.Third Sex (Terceiro sexo)
24.Gender Fluid (Gênero fluido)
25.Non-Binary Transgender (transgênero não binário)
26.Androgyne (andrógena)
27.Gender-Gifted
28.Gender Bender
29.Femme
30.Person of Transgender Experience (Pessoa em experiência transgênera)
31.Androgynous (Andrógeno)





E agora segue uma listinha de 8 coisas que que não se deve dizer a uma pessoa trans retirada do https://goo.gl/uDIhPm que eu particularmente achei mara, acho que respeito nunca é demais, afinal as coisas estão mudando, então já está na hora de aprender que algumas coisas não devem ser ditas e nem perguntadas, mesmo que não sejam com maldade...

1. “Você parece de verdade, eu jamais adivinharia!” Apesar de dito com a melhor das intenções, essa é uma das afirmações mais arrasadoras. Nós não precisamos que as pessoas não-trans reafirmem nosso gênero, e sutilmente implicar que nós somos de mentira – ou fantasiad@s e tentando enganar você – nunca nos cai bem. Pessoas transgênero não são bijuteria.

2. “O que é que você faz com a sua esposa?” E o que é que você faz com a sua? Eu – ou qualquer outra pessoa transgênero – quero responder a um questionário sobre minha vida sexual tanto quanto você.

3. “Eu achava que você seria uma pessoa assustadora, mas você é tão educado e normal.” Uma vez, uma mulher que era minha motorista em uma feira de livros chegou a me dizer exatamente isso, antes de admitir que tinha deixado seus filhos em casa quando descobriu para quem ela teria que servir de chofer. Desconfio que ela achou que estava soltando um elogio, mas não estava. Nem mesmo quando usou “normal”.

4. “Não me importa, você sempre será uma mulher para mim.” É verdade que suas experiências são suas e minhas experiências são minhas. Mas é uma questão de decência pura e simples se referir às pessoas com os pronomes e os nomes preferidos por elas. (Portanto não continue a usar o nome de nascimento se você sabe qual ele é, e não pergunte “Qual é o seu nome de verdade?” se você não sabe.) As mulheres adotam os sobrenomes dos maridos há séculos, e gerações e gerações de seres humanos nunca tiveram muita dificuldade em acompanhar a troca de nomes. Não é muito difícil ser respeitoso, então deixe de resmungar sobre como a transição de outra pessoa está sendo difícil para você.

5. “Você não tem medo de apanhar?” Obrigado por me lembrar disso. Houve uma vez no começo da minha transição em que um grupo de moleques no metrô sacou uma faca e me provocou dizendo “você acha que é muito macho?”. Já fazia um tempo que eu não me preocupava com a possibilidade de me tornar vítima de um crime de intolerância até você tocar no assunto!

6. “Deixa eu te apresentar meu amigo Tyson; ele é um trans!” Não é uma boa você expor uma pessoa transgênero sem a permissão dele ou dela. É uma questão de respeito e privacidade. Infelizmente, pode ser até uma questão de segurança pessoal. (Outra coisa: não use “trans” como substantivo.)

7. “Quando é que você percebeu que era gay?” "Eu sei que isso pode causar confusão, mas é importante entender que a sexualidade (por quem você sente atração) e identidade de gênero (o gênero com o qual você se identifica) são duas coisas diferentes, e muitas vezes não relacionadas. Pessoas trans podem ser gays, héteros, bissexuais, assexuais, pansexuais, ter tesão por meias usadas – basicamente qualquer expressão sexual que pode ocorrer em pessoas não-trans.

8. “Quando você fez “a cirurgia”?” E assim nós retornamos à pergunta que Couric fez a Carrera e Cox. Não há uma única cirurgia, e a verdade é que pessoas transgênero têm uma enorme variedade de situações ocorrendo “lá embaixo”, e em todas as outras regiões do corpo. Alguns fazem cirurgias; outros não. Alguns fazem tratamento hormonal; outros não. Alguns não têm dinheiro para bancar nem o tratamento hormonal nem a cirurgia; alguns fazem um, mas não o outro. Outros têm os meios e realmente fazem “tudo”, como se diz.

Então vamos ao vídeo, a ideia inicial era diferenciar a identidade de gênero da sexualidade, mas obviamente não ficamos apenas nisso... assista nosso vídeo que ficou incrível e garanto que muito esclarecedor, muito obrigada a Luna Oliveira e ao Gabriel Oliveira por partilharem um pouquinho da história de cada um e por terem a evolução de entenderem que muitos ainda não compreendem a sexualidade e a identidade de gênero.

Por Carla Fonseca Salviano




Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário