27/03/2017 11:25:00

Irmãos timoteenses morrem em acidente na BR-381

Torcedores fanáticos do Galo foram vítimas de acidente na BR-381, filho e esposa de um deles sobreviveram



Com alteração para correção do local da origem da viagem dos irmãos

Foram sepultados, às 10h desta terça-feira (28), no Cemitério Jardim da Saudade, no bairro Santa Maria, em Timóteo, os corpos dos irmãos vítimas de um acidente de trânsito por volta de 21h30 de domingo, no KM 383 da BR-381, em São Gonçalo do Rio Abaixo.

Os irmãos Adão Alves Timóteo, o Dão, aposentado, de 50 anos, e Agnaldo Alves Timóteo, o Ponhá, 45 anos, morreram no acidente. No carro também estavam a mulher de Adão, Elaine Bassoto, e o filho Túlio. Ambos sobreviveram ao acidente. O filho, com ferimentos leves, já retornou para Timóteo e Elaine permanece hospitalizada, com ferimentos mais graves. A família voltava de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde foi visitar familiares.

Conforme relatório da Polícia Rodoviária Federal, a família estava em um Chevrolet Agile, com placas de Timóteo, quando bateu na lateral de uma carreta puxada por um caminhão Volvo com placas de Cachoeiro de Itapemirim (ES).

As circunstâncias em que o acidente ocorreu, entretanto, só poderão ser definidas pela Perícia da Polícia Civil. Chovia forte, no momento do acidente, o que pode ter contribuído para a ocorrência do desastre.

Há uma suspeita segundo a qual a carreta possivelmente fez um “L” ao fazer uma curva e atingiu o veículo de passeio, que trafegava no sentido contrário. Essa suspeita ganha força com a versão do caminhoneiro, que disse apenas ter escutado um barulho forte e um tranco, quando decidiu parar para ver o havia ocorrido e encontrou o carro acidentado. Na lateral da carreta, entre as últimas rodas e o fim da carroceria ficaram as marcas do impacto do carro.

Conhecidos de Dão e Ponhá informaram ao Portal Diário do Aço que os irmãos eram torcedores aguerridos do Clube Atlético Mineiro e não perdiam os jogos do Galo, acompanhando presencialmente as principais partidas do clube, na capital mineira.

Diferentemente do que foi divulgado anteriormente, os dois irmãos não chegaram a ir, no domingo, à Arena Independência, onde jogaram Atlético e URT, pelo Campeonato Mineiro. Eles estavam na casa de parentes em Contagem, desistiram de ir ao estádio e acompanharam a partida pela TV. Depois do jogo, embarcaram de volta para Timóteo e foram vítimas do acidente em São Gonçalo do Rio Abaixo.

Wellington Fred + reprodução

Adão (camisa preta) e Aguinaldo, o Ponhá, morreram quando voltavam do jogo Atletico X URT, em Belo Horizonte


O Diário do Aço apurou junto aos familiares, em Timóteo, que Adão morava na rua 13, do bairro Santa Maria, e Agnaldo, na avenida Acesita, bairro Primavera. Nos dias de jogos, era comum que Ponhá esticasse grandes bandeiras do Galo ou faixas alusivas ao clube, entre as árvores e margens da avenida, em frente à sua residência.

Na segunda-feira, na casa de Agnaldo, no Primavera, a família, bastante abalada, aguardava a liberação dos corpos pelo Instituto Médico-Legal em Itabira, o que ocorreu no fim da tarde. Muitos atleticanos, comovidos com o trágico desfecho ocorrido na noite de domingo, prepararam uma homenagem aos dois torcedores.

Thales Benicio/itabiranet.com

Família estava em um Chevrolet Ágile, que saiu destruído do acidente

Thales Benicio/itabiranet.com

Na lateral da carreta, entre últimas rodas e o fim da carroceria ficaram as marcas do impacto do carro




Reação dos Leitores





Comentários

Sobrinha das Vítimas

05 de Agosto, 2017 | 23:05
Guimarães totalmente sem noção. Sem serviço... O q uma coisa tem a ver com a outra? Idiota. comentário totalmente infeliz . Ridículo trouxa

Ronizia Souza

29 de Março, 2017 | 22:43
Eram meus vizinhos, descanse em paz Adao e Agnaldo! Vcs deixaram saudadesss

Mariah

28 de Março, 2017 | 14:28
O tal Guimarães é uma anta infeliz...

Tereza

28 de Março, 2017 | 05:32
A falta da duplicação dessa BR da morte faz vítimas todos os dias. Mas os nossos governantes e deputados, não se preocupam com isso, pois só utilizam aviões e às nossas custas infelizmente. Já perdi uma irmã e vários amigos nessa BR maldita. Deus conforte essa família.

Túlio Marcus de Aguiar Gomes

27 de Março, 2017 | 22:56
Comentário totalmente inválido desse cidadão sem coração chamado Guimarães.....Ridículo demais! Que Deus ampare toda a família!

Ferreira

27 de Março, 2017 | 20:51
Guimarães, uma coisa não tem nada a ver com outra! Seu comentário é ridículo!

Marcelo

27 de Março, 2017 | 19:31
Que Deus comforte os corações , da familia e de todos os amigos !

Guimarães

27 de Março, 2017 | 14:13
Quero ver se o Galo vai dar alguma assistência à família.

Fernando

27 de Março, 2017 | 14:00
Descansem em paz...meus sentimentos a familia
Envie o seu Comentário