20/04/2017 07:10:00

Bandidos atacam novas vítimas em Açucena

Casal de idosos foi assaltado na manhã desta quarta-feira, no distrito de Aramirim



Reprodução / Donni Pinheiro


Assaltantes agiram violentamente nas últimas horas em Açucena

O medo e o terrorismo voltaram a assustar uma família na zona rural de Açucena, na manhã desta quarta-feira. Um casal de idosos, G.P.S., de 74, e M.R.A.S., de 64 anos, foi a nova vítima dos bandidos que agem nas áreas rurais. O assalto violento foi registrado na fazenda Esperança, no distrito de Aramirim.

O assalto ocorreu por volta das 7h. As vítimas, residentes na fazenda Esperança, relataram a chegada de dois homens magros, morenos, ambos com cerca de 1,70m de altura. Eles estavam com os rostos encobertos com panos e um deles empunhava um revólver, possivelmente de calibre 38.

Os bandidos prenderam o casal no banheiro, com os braços amarrados com presilhas plásticas. E ainda agrediram o idoso com uma violenta coronhada na cabeça, junto à orelha esquerda, para obrigá-lo a dizer onde estavam os objetos valiosos e o dinheiro da família.

Os dois criminosos reviraram toda a residência e roubaram relógios, joias como cordão e alianças das vítimas, aparelho de telefone celular, perfume e ainda cerca de R$ 950. O casal notou que os marginais fugiram a pé, e não teve como verificar se havia algum veículo nas proximidades para dar apoio à dupla.

G.P. conseguiu soltar os braços da presilha, e gritou pelo funcionário da fazenda para ajudá-lo a libertar a esposa e acionar a Polícia Militar. Várias equipes realizaram buscas em toda a região, mas não obteve êxito na prisão de suspeitos pela autoria do crime.

É o segundo assalto a moradores da zona rural de Açucena registrado pela PM, em nas últimas 24 horas. Um homem e dois filhos passaram várias horas sob a guarda de uma quadrilha, no povoado de São Mateus. Os bandidos torturaram as vítimas, inclusive queimando-as para obrigá-las a entregar os bens. Apesar da existência de suspeitas sobre algumas pessoas, a polícia ainda não efetuou prisões.


Reação dos Leitores





Comentários

Heitor

20 de Abril, 2017 | 09:19
Facilidade já para os cidadãos de bem ter direito a possuir armas. Assim teremos como proteger nossas vidas e nossos bens, um modo de reação, já que hoje esses bandidos matam sem a vítima esboçar nenhuma reação. Sem sombra de dúvidas, nosso maior problema hoje é a segurança pública!

Ozias Pereira de Paula

20 de Abril, 2017 | 09:10
Pelo modo de ação verificado nos assaltos anteriores em Açucena, os bandidos parecem ser os mesmos. Devem estar escondidos nas matas próximas. Onde esta nossa valorosa PM com seus ferozes cães policiais?
Envie o seu Comentário