28/04/2017 16:36:00

Decisão



Divulgação

Amanhã teremos o primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro, e como já citei em outras oportunidades, vejo no Cruzeiro um time mais equilibrado e mais competente no momento, com um treinador que tem acertado as peças para colocar em campo, ao contrário de Roger Machado, que ainda não conseguiu acertar o ponto do time. E com isto eu vejo o Cruzeiro hoje como o provável campeão mineiro da temporada.

Mesmo com algumas deficiências na defesa, o time celeste consegue um melhor equilíbrio, principalmente pelas suas peças do meio-campo, atuando com dois volantes, que fazem uma boa cobertura, tanto dos alas quanto no miolo da zaga, fazendo o primeiro combate, e com um ataque mais robusto, com jogadores de muita qualidade.

Do lado atleticano há uma falha gritante de cobertura do volante Rafael Carioca, que está muito indeciso, não consegue acompanhar as subidas dos seus laterais, com um miolo de zaga hoje formado pela inexperiência do jovem Gabriel e a falta de recuperação do veterano Léo Silva, e isto provoca uma intranquilidade no setor defensivo.

No ataque, o treinador não tem nenhum problema, principalmente com a liberação do atacante Fred para as duas partidas, mas perde Rafael Moura, um dos bons jogadores do elenco. Por ter a vantagem, acredito que o treinador Roger Machado deve colocar quatro jogadores no meio-campo, para tentar superar estas deficiências da equipe.

Um grande problema que está sendo criado nos bastidores é a questão do local da segunda partida, pois a Polícia Militar já garantiu que, caso o Atlético insista em levar o jogo para o Independência, a Polícia vai manter o veto para duas torcidas.

No meu ponto de vista, acredito que esteja faltando bom senso, pois se a segurança pública não consegue manter dois rivais nas cadeiras apenas torcendo pelo bom futebol, vejo que realmente perdemos o controle sobre os atos de cidadãos, que só estão indo ao estádio para provocar baderna.

Se houvesse um serviço de inteligência com a parceria da justiça, para eliminar definitivamente estes maus elementos do futebol, tenho certeza que haveria mais tranquilidade para levar as famílias aos estádios. Mas como não há esta preocupação, é melhor proibir a cerveja, os rádios, guarda-chuva e bandeiras e, daqui a pouco, proibir o torcedor de ir ao estádio.

Caso haja um dia um grande tumulto no Mineirão, será que a Polícia Militar também irá interditar o maior estádio de Minas Gerais?

Ha também uma grande pressão para que o Atlético leve os seus jogos mais importantes para o Mineirão, pois hoje o estádio é deficitário e é o Estado quem deve pagar o prejuízo, pelo contrato de 25 anos com a Minas Arena. Com o Atlético levando os seus jogos para o Mineirão, com certeza, não haveria estes prejuízos.

Para o local do segundo jogo da final o Atlético só irá decidir oficialmente em tempo hábil, na terça-feira, comunicando à Federação Mineira. Mas eu acredito que a segunda partida deverá ser mesmo no Independência, e a Polícia Militar já deixou claro que neste caso, o jogo não poderá ter a presença nem de 10% da torcida cruzeirense. A diretoria celeste, por sua vez, já afirmou que irá acionar o Ministério Público para ter os seus direitos respeitados, e é este mesmo o caminho mais certo que a diretoria tem que tomar.

SUPER SÊNIOR
Neste domingo teremos mais uma rodada do campeonato municipal categoria Super Sênior, que está sendo realizado com o sacrifício dos dirigentes dos clubes, que estão arcando com as despesas para a manutenção da competição.
Os jogos terão início às 8h, no Campo do Industrial, onde o Pioneiros enfrenta o Veneziano.

O Jabaquara irá receber o Iguaçu no seu estádio, no Campo da Vila Formosa. Vila Nova e Atlético, outro confronto que merece atenção, será no campo da Vila Celeste, onde o time da casa também terá o confronto com o Esperança. E fechando a rodada, o Beira Rio vai receber o Ipanema Esporte Clube, no campo do Planalto II.

LIBERTADORES
Iniciando o returno da Libertadores, o Atlético recebeu o Libertad, do Paraguai, no Independência, e mais uma vez teve grandes dificuldades para impor o seu ritmo de jogo, e só conseguiu fazer valer sua força após o primeiro gol, marcado por Robinho. Mas mesmo assim sofreu uma grande pressão do adversário, deixando claro que a zaga é deficiente para recuperar bolas.

Será preciso muito empenho do time para se impor no clássico, pois o Cruzeiro tem muito mais qualidades do que a equipe paraguaia. O meio de campo também teve muitos problemas nas coberturas, e esta está sendo um problema do Galo com todos os seus adversários.

FELIPE MELO
Os torcedores do Palmeiras não podem acreditar que o meia Felipe Melo tenha raça quando veste a camisa do seu clube. Na realidade, este jogador é totalmente desequilibrado e em todos os lugares em que passa sempre causa confusão. As imagens da partida contra o Peñarol são claras, e se a Conmebol tiver responsabilidade, ele e todos os envolvidos na briga generalizada de quarta-feira (26) pegarão uma pesada suspensão.

Desde que esteve na Europa e Turquia, ele tem um histórico de agressões e entradas maldosas, coisa que até agora ninguém conseguiu coibir. Ele vai disputar o Brasileiro pelo Palmeiras, e veremos cenas absurdas como vimos em outras oportunidades com este jogador.

LEMBRANÇA
Marinho e Zé Afonso foram dois jogadores talentosos, além de irmãos. Eles defenderam por muitos anos a equipe do Iguaçu, construíram uma história muito bonita. Marinho jogava no ataque com muita velocidade, artilheiro nato. E Zé Afonso, meio campista de um toque refinado, também era muito talentoso.
Contato com a coluna: roberto50mg@hotmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário