17/05/2017 07:34:00

Aviões de grande porte voltam a pousar no aeroporto da Pampulha

Medida da Anac impõe restrições ao uso do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade



Por decisão da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), estão novamente autorizados os pousos e decolagens de aeronaves de grande porte no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, atendendo solicitação da Infraero. Antes apenas aviões de pequeno porte tinham essa permissão.

A decisão trata apenas da possibilidade técnica do terminal em receber aviões maiores e não leva em consideração as rotas que podem ou não ser operadas, informa a nota da Anac divulgada na terça-feira.

A limitação ocorre por causa de uma portaria publicada no dia 12 de maio, no Diário Oficial da União (DOU), pelo ministro dos Transportes, Maurício Quintella, que impede o retorno dos voos de grande porte ao terminal.

Baseada em argumentos econômicos da BH Airport, a portaria considerou que a vigência do contrato de concessão do aeroporto de Confins, celebrado em 7 de abril de 2014, tem prazo de 30 anos e que a União tem participação societária de 49% do capital social da concessionária responsável pelo terminal.
Arquivo


Apenas aviões de grande porte, usados em voos regionais podem voltar a pousar no terminal localizado na Pampulha, em BH


Considerou ainda a recomendação de nota técnica de 10 de fevereiro deste ano acerca dos possíveis impactos no transporte aéreo na Grande BH, citando “possível perda de conectividade, redução ou eliminação dos voos internacionais partindo da região metropolitana, redução de opções de destinos conectados à região metropolitana, aumento dos preços das passagens e diminuição da competição entre empresas aéreas devido à restrição de oferta na Pampulha, e a degradação na qualidade do serviço prestado na Pampulha em relação ao que hoje é oferecido em Confins e exigido pelo contrato de concessão”, cita a nota.

A nota acrescenta que a portaria publicada traz diretrizes de governo estabelecidas pelo Conselho de Aviação Civil (Conac) para operação apenas de rotas regionais (do interior para a capital) na Pampulha. Com isso, os aviões de grande porte poderiam ser utilizados apenas nessas rotas.


Reação dos Leitores





Envie o seu Comentário