19/05/2017 11:55:00

Federação suspende greve de agentes penitenciários

Com decisão as visitas aos detentos nas unidades prisionais estão mantidas para sábado




A federação dos trabalhadores no sistema prisional confirmou na manhã de sexta-feira que optou por suspender a paralisação dos dias 19 e 20 de maio, devido ao atual cenário político do país.

“A Fenaspen entende que os escândalos que tomam conta da mídia desde ontem tirarão o foco da mobilização, além de que todas as votações das matérias que norteiam nosso movimento estão suspensas, ou seja, seria gastar munições antecipadamente”, informa por meio de nota.

A federação acrescenta que, com a reviravolta política, o Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha já admitiu, em uma reunião realizada na quinta-feira (18), que pretende incluir os Agentes Penitenciários no Regime Especial da Previdência e agilizar a aprovação da PEC 308 (que trata da criação da Polícia Penal) e irá discutir esta questão com o Ministro da Justiça na próxima quarta-feira (24).

Conforme a federação, o Senador Paulo Paim já afirmou que os parlamentares não irão dar andamento na PEC da Reforma Trabalhista no Senado e o mesmo tratamento será dado à PEC da Reforma da Previdência.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Minas Gerais informou que se coloca contrário à decisão de suspender a paralisação, mas vai seguir as diretrizes da federação e não haverá paralisação de agentes neste fim de semana.

Por causa do anúncio da paralisação, algumas unidades prisionais anunciaram que as visitas aos presos, normalmente feitas aos sábados, foram adiadas para segunda-feira (22). Com o cancelamento, as visitas foram reprogramadas para sábado, como ocorre normalmente.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário