19/05/2017 17:36:00

Marcadas novas eleições em Santa Rita de Minas

Conforme o calendário definido em resolução do TRE, a partir do dia 24 até o dia 29 de maio, os órgãos partidários poderão se reunir em convenções para deliberar a respeito da escolha dos candidatos



Josias Pereira Soares


Prefeito eleito em Santa Rita de Minas foi impedido de ficar no cargo por causa de contas rejeitadas
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) marcou, para 2 de julho, as eleições suplementares para prefeito e vice no município de Santa Rita de Minas, próximo a Caratinga. Conforme o calendário definido em resolução do TRE, a partir do dia 24 até o dia 29 de maio, os órgãos partidários poderão se reunir em convenções para deliberar a respeito da escolha dos candidatos.

Após a escolha em convenção, o candidato que será registrado, caso ocupe cargo gerador de inelegibilidade, deve afastar-se no prazo de 24 horas. No dia 1º de junho, às 19h, será encerrado o prazo para entrega dos pedidos de registro dos candidatos à Justiça Eleitoral. A partir do dia 2 de junho, os candidatos podem iniciar a propaganda eleitoral.

No dia 2 de julho, os eleitores que voltam às urnas são aqueles inscritos no município até o dia 1º de fevereiro de 2017. As eleições serão das 8h às 17h, com as mesmas Mesas Receptoras de votos constituídas para o pleito acontecido em outubro de 2016. A diplomação dos candidatos eleitos deve ocorrer até o dia 21 de julho.

A partir do dia 1º junho até a proclamação dos candidatos eleitos, o Cartório Eleitoral de Caratinga, responsável pelo município, funcionará das 12h às 19h nos dias úteis, e das 13h às 19h aos sábados, domingos e feriados.

Entenda
Em Santa Rita de Minas, o candidato a prefeito mais votado, Ilton Rosa de Freitas (Coligação vencer com o povo - PRB/ PSDB/ PDT/ PHS/ PTC) teve seu registro indeferido porque, quando foi prefeito, as suas contas de convênios firmados com o Ministério do Turismo, em 2007 e 2008, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União. A inelegibilidade está prevista no artigo 1º, I, “g”, da Lei Complementar nº 64/1990.

Enquanto não há candidatos eleitos no novo pleito, o presidente da Câmara de Vereadores, Ademilson Lucas Fernandes, continua respondendo pelo Executivo municipal desde janeiro de 2017.

Outros
Além de Santa Rita de Minas, os eleitores de Cristiano Otoni (4 de junho) e Canaã e Campo Florido (2 de julho) voltam às urnas para eleições suplementares. Já os municípios de Alvorada de Minas, Ervália e São Bento Abade (março) e Guaraciama (maio) passaram por novas eleições para escolher prefeitos e vices.

No Vale do Aço, Antônio Dias está entre as cidades onde poderão ser marcadas eleições suplementares, em função da impugnação da candidatura do mais votado para prefeito, Willian Robson Marques Fraga (PROS). A exemplo de Santa Rita de Minas, sem prefeito, o cargo é exercido pelo presidente da Câmara Municipal, Benedito Assis.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário