17/06/2017 08:55:00

PM faz Operação Corpus Christi em Cava Grande

Seis presos e dois adolescentes apreendidos com armas de fogo, entre elas, uma submetralhadora



Divulgação Polícia Militar


Entre os objetos apreendidos, uma submetralhadora foi encontrada pelos PMs

A 85ª Companhia de Policia Militar desencadeou desde as primeiras horas da manhã deste sábado (17), a Operação Corpus Christi no distrito de Cava Grande, em Marliéria. Foram presas seis pessoas e apreendidos dois adolescentes. Entre os objetos apreendidos após o cumprimento de mandados de busca e apreensão estão, armas, drogas e o que chamou a atenção foi uma submetralhadora fabricada de forma artesanal.

O sargento Márcio Diniz, do subdestacamento da PM de Cava Grande, informou ao Portal Diário do Aço, que participaram da operação 44 policiais militares com o apoio de um agente penitenciário com um cão do canil do Presídio de Timóteo.

Os militares cumpriram seis mandados de busca e apreensão para seis residências de pessoas denunciadas por envolvimento com o tráfico de drogas ilícitas e outros crimes na comunidade de Cava Grande. O sargento Diniz informou que foram apreendidos armas de cano longo, como espingardas, munição, balança de pesar droga, vários pinos para acondicionar cocaína e ainda um pé de cannabis sativa (maconha).


Major Luiz Magalhães repassa os últimos detalhes antes da operação
A operação, que chamou a atenção dos moradores de Cava Grande, contou com um efetivo policial reforçado e terminou com seis adultos presos. Além deles foram apreendidos dois adolescentes. Os objetos e os presos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil.

O major Luiz Magalhães, comandante da 85ª Cia, ressaltou ao Diário do Aço, o apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário de Timóteo com a expedição dos mandados de busca e apreensão. “As ordens judiciais deram suporte para que Polícia Militar pudesse conferir as denúncias que chegaram à 85 Cia PM”, comentou o oficial.

Ainda segundo o major, a ação policial foi planejada durante a semana e a execução com o fator surpresa impediu qualquer possibilidade de fuga ou reação por parte dos infratores. “Agradecemos também o apoio da direção do Presídio de Timóteo que disponibilizou um agente prisional e um cão farejador para a operação”, concluiu.
MAIS FOTOS
Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário