09 de fevereiro, de 2024 | 14:04

Motorista de caminhonete é indiciado em três crimes de trânsito em Timóteo

Homem estaria com sinais de embriaguez ao se envolver no acidente que decapitou um jovem motociclista

Wellington Fred
O delegado Jorge Caldeira apresentou os resultados do acidente fatal na noite de domingo em TimóteoO delegado Jorge Caldeira apresentou os resultados do acidente fatal na noite de domingo em Timóteo

O condutor de uma caminhonete Ford F-350 vai responder por três crimes de trânsito junto à Justiça em função do acidente fatal que provocou e tirou a vida do jovem Rennykliss Aguirre Fidelis Santos, o Piu, de 18 anos. O sinistro aconteceu domingo (4) no bairro Santa Maria, em Timóteo. A conclusão das investigações foi divulgada na manhã desta sexta-feira (9) pelo delegado Jorge Caldeira, na sede do 12º Departamento de Polícia Civil, em Ipatinga.

Conforme divulgado pelo Diário do Aço, o acidente aconteceu por volta das 23h30 de domingo passado, quando Piu trafegava em uma moto Honda CG 150 pela rua 128, no Santa Maria. Ao passar pelas proximidades de um posto de combustíveis, o jovem, que era inabilitado, foi atingido pela caminhonete do empresário Rafael Pires Portes, de 43 anos. Na colisão entre os veículos, Rennykliss teve a cabeça arrancada.

O delegado Jorge informou que as imagens foram captadas pelas câmeras do Cinturão de Segurança, sistema de monitoramento inteligente, o que possibilitou o esclarecimento do acidente. “A caminhonete fez um movimento abrupto para a esquerda, invadindo a outra pista no momento em que passava o motociclista. A vítima ainda tentou desviar, indo para a direita da via, mas não conseguiu escapar”, revelou delegado.
Reprodução
Rennykliss Aguirre Fidelis Santos, o Piu, de 18 anos, tinha um salão barbearia em Cava Grande e residia no bairro Macuco Rennykliss Aguirre Fidelis Santos, o Piu, de 18 anos, tinha um salão barbearia em Cava Grande e residia no bairro Macuco

Jorge Caldeira esclareceu que o jovem teve a cabeça decapitada, possivelmente, pelas hastes do retrovisor esquerdo da caminhonete. O delegado acrescentou que o motorista não parou para prestar qualquer socorro, mas retornou ao local do acidente, minutos depois, possivelmente, orientado por alguém, depois de cair com o veículo em um buraco, no bairro Serenata.

O condutor apresentava sinais de embriaguez, mas não quis fazer o exame do etilômetro (bafômetro) e usou a prerrogativa de ficar em silêncio durante a oitiva no plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga. Ele ficou preso apenas um dia e ganhou liberdade provisória durante a audiência de custódia.

Rafael foi indiciado em três crimes de trânsito: homicídio culposo no trânsito, delito qualificado por uso de bebida alcoólica, afastamento do local do acidente para fins de fuga e a condução de veículo automotor sob efeito de bebida alcoólica. “Caso ele seja condenado, ele pode pegar até dez anos de prisão”, comentou o delegado.

No inquérito concluso, delegado pede a prisão de motorista

Jorge Caldeira revelou ainda que, ao concluir o inquérito policial, solicitou junto à Justiça o pedido de prisão preventiva para o empresário, que é morador de Coronel Fabriciano. O jovem, que era conhecido por ter uma barbearia em Cava Grande, distrito de Marliéria, morava no bairro Macuco, em Timóteo.

No local do acidente, no dia do fato, amigos e familiares da vítima do acidente ficaram revoltados. O condutor da caminhonete alegava que a colisão ocorreu sobre a mesma faixa de direção que ele seguia, mas as imagens gravadas pelo Cinturão de Segurança revelaram que a caminhonete invadiu a contramão de direção e atingiu Piu, sem chances dele escapar da colisão.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Paulo Guilherme

13 de fevereiro, 2024 | 09:41

“O condutor da motocicleta era habilitado?”

Jr.

10 de fevereiro, 2024 | 22:11

“Humicídio culposo? fuga do local. embreaguens, Não vai ficar nem um ano e meio preso, e ainda mais tem dinheiro...Aqui é Brasil... Léis fracassadas..políticos só pensam neles...”

Cacilofenes Forja

10 de fevereiro, 2024 | 12:56

“A pena para quem dirige drogado, seja ela lícita ou não seria a perda do direito de dirigir pelo resto da vida.
Mas parece que vivemos do lado avesso.”

Geraldo Magela de Morais

10 de fevereiro, 2024 | 09:51

“Cabível ação civil com advogado para indenização por danos morais e materiais contra o motorista”

Comodoro

10 de fevereiro, 2024 | 05:27

“O Brasil só reduz a CRIMINALIDADE, se acabar com a IMPUNIDADE.”

Ganso

10 de fevereiro, 2024 | 00:02

“Delegado ,muito convicto em suas palavras ,um exemplo extraordinário de profissional da segurança do nosso pais”

Junior

09 de fevereiro, 2024 | 20:09

“a lei deveria valer igual pais de primeiro mundo,se prender e deixar enjaulado talvez muitos nao bebia p dirigir,absurdo,sempre acidente bebado e nao mida essa lei,ate quando isso,nao sei pra que teste de bafômetro se nao e obrigado a fazer,se recusar tinha que condenar a pessoa na hora,lei que nao funciona”

Fabriciano

09 de fevereiro, 2024 | 15:43

“Em Timóteo tudo pode! Aí os"infratores" da leis ,são soltos na custódia. Quer cometer crimes? Vá pra Timóteo! Lá passam a mão na cabeça de "infratores",”

Bom

09 de fevereiro, 2024 | 15:30

“Se ele foi preso em flagrante bêbado e saiu livre no dia seguinte.
Não ficará um ano preso, "Se for condenado ", o que será difícil de acontecer.”

Richard

09 de fevereiro, 2024 | 15:23

“Isso ainda vai dar muito pano pra manhã ...vcs vão lembrar desse meu comentário...”

Vingador

09 de fevereiro, 2024 | 15:05

“Motorista bêbado responde em liberdade e ainda homicídio culposo? Que lei cachorra é essa?”

Crispim

09 de fevereiro, 2024 | 14:22

“O que vale uma vida neste mundo nosso, 10 anos de prisão, muito pouco ?, se ele ficar 5 anos é muito ainda, no nosso Brasil não tem justiça.”

Sabrina

09 de fevereiro, 2024 | 14:19

“Mais que certo tem que prender mesmo ..”

Envie seu Comentário