14 de fevereiro, de 2024 | 16:35

17ª edição do ENARTCi começa semana que vem

Será realizado entre os dias 19 a 22 de fevereiro, segunda a quinta-feira da semana que vem, a 17ª edição do ENARTCi – Encontro de Dança Contemporânea de Ipatinga, com uma programação voltada para as infâncias - ENARTCinho. O evento é produzido pela Cênika Eventos e conta com o patrocínio da Usiminas via Lei Estadual de Incentivo à Cultura. As apresentações serão no Teatro Zélia Olguin, no bairro Cariru, conforme divulgado pelo Hibridus Dança.

A programação conta com apresentações de grupos artísticos e artistas da região do Vale do Aço e interior mineiro, como Wellington Callaça, Coletivo Aberto e Núcleo Dança-Dor. Todos os espetáculos têm entrada gratuita através de agendamento prévio.

ENARTCi
É um evento/plataforma que conectou e conecta Ipatinga às grandes produções artísticas em dança e performance que acontecem no país com produções internacionais, bem como cria redes entre estes artistas. A partir desta ação do grupo Hibridus Dança, diversos artistas e produções artísticas se fizeram presentes na região. Ações de formação de público, comunicabilidade para as artes, discussões sobre sustentabilidade e compartilhamentos de criação são uns dos focos que o evento sempre traz em seu formato.

Nilmar Lage/Divulgação
No espetáculo Monsters, artistas utilizam variadas linguagens para fazer surgir em cena diferentes criaturasNo espetáculo Monsters, artistas utilizam variadas linguagens para fazer surgir em cena diferentes criaturas


Programação



Segunda-feira, 14h - “A Menina dos Cabelos de Capim” - Coletivo Alquimia/Wellington Callaça - Caratinga
A menina dos cabelos de capim é uma história que reconta o conto da tradição ibérica “os figos da figueira”. Esta adaptação do teatrólogo cearense Ricardo Guilherme ganha nova roupagem pelo intérprete/criador Wellinton Callaça e traz variações linguísticas próprias da cultura cearense, o que torna o texto tão singular e autêntico sem perder o encanto e a magia do conto que atravessou o oceano e se mantém vivo na oralidade até os dias de hoje.

Terça-feira, 14h - “Monstros” - Coletivo Aberto – Ipatinga
É brincadeira, teatro ou ciência? É um jogo, uma experiência ou uma peça? Não se sabe, mas que monstros existem, existem! E podemos provar. Cinco performers utilizam variadas linguagens artísticas para fazer surgir em cena diferentes criaturas, utilizando-se de uma combinação de objetos cotidianos e explorando as possibilidades do corpo, da imagem e do som.

Quinta-feira, 14h - “Cidade dos Sonhos” - Núcleo Dança-Dor - Ipatinga
Uma obra de dança-teatro para as infâncias, onde encontramos uma sonhadora que em sua imaginação cria e recria um universo novo, uma cidade nova, cheia de possibilidades e de muitas aventuras. Quando a imaginação tem gosto, sabor e forma de realidade. Com ajuda de um mapa criado pela própria sonhadora, que em seu caminho encontra outros seres que vão lhe ajudando nessa louca jornada. Ela descobre o amor, a fantasia, respeito e a responsabilidade. Pois é muito importante viver o imaginário e o real. E assim, e essa aventura pela Cidade dos Sonhos.

Geniene Vieira/Divulgação
Todas as apresentações serão no Teatro Zélia Olguin, em IpatingaTodas as apresentações serão no Teatro Zélia Olguin, em Ipatinga

*O espetáculo cidade dos sonhos tem caráter inclusivo os atores/bailarinos usam da linguagem de sinais ao invés da fala oral.

Ficha técnica


Artistas da Dança: Luciano Botelho e Wenderson Godoi
Coordenação de Comunicação: Luciano Botelho
Gestão e Produção Executiva: Cênika Produções
Social Media: Priscila de Paula e Gabriela Teodoro
Assistentes de Produção: Gabriella Sandy, Mariany Almeida
Design Gráfico: FiP Design
Foto: Nilmar Lage
Ação Educativa: Cirlene Almeida
Espaço Hibridus Ponto de Cultura - [email protected] - (31) 98470-0975 - @hibridusdanca
Entrada gratuita mediante agendamento prévio que deve ser feito por meio do número (31) 99718-2239.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário