Expo Usipa 2024 02 - 728x90

16 de março, de 2024 | 08:00

Vale irá construir viaduto para ligar BR-458 ao Aeroporto Regional

Segundo a mineradora, as obras devem ser concluídas ainda este ano

Alex Ferreira
Obra é estimada em R$ 50 milhões; De acordo com a mineradora, o equipamento deve ser entregue ainda este anoObra é estimada em R$ 50 milhões; De acordo com a mineradora, o equipamento deve ser entregue ainda este ano
A construção do viaduto no município de Santana do Paraíso, que dará acesso ao Aeroporto Regional do Vale do Aço, terá início em abril. A informação foi confirmada pela Vale, que acrescentou por meio de nota que “as obras devem ser concluídas ainda este ano e fazem parte dos compromissos assumidos pela Vale juntamente ao governo federal na renovação antecipada da concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM)”.

Atualmente, o acesso ao aeroporto é feito em uma passagem de nível sobre a EFVM. Quando há tráfego ferroviário, a passagem é fechada por uma cancela automática e o aeroporto regional fica inacessível pela BR-458 até que as composições ferroviárias passem.

O novo equipamento de acesso deve custar R$ 50 milhões aos cofres da mineradora. A iniciativa irá não somente otimizar o tempo de quem precisa acessar o aeródromo, como também tornar a travessia mais segura.
Essa iniciativa visa reduzir os impactos causados pela ferrovia. Atualmente, os usuários enfrentam uma travessia perigosa da linha férrea para acessar o aeroporto regional, o que não apenas representa riscos à segurança, mas também pode ocasionar a perda de voos para aqueles que precisam chegar ao aeroporto durante a passagem de vagões.

Outras obras da Vale na região
Também como compromissos assumidos na renovação da concessão ferroviária, assinada em 2020 pela Vale, a empresa está construindo uma passarela sobre a ferrovia, no bairro Horto, em Ipatinga, entre a avenida Pedro Linhares, trecho urbano da BR-381, e a avenida Brasília, no Amaro Lanari, em Coronel Fabriciano. A passarela terá fechamento lateral com grade metálica e corrimão e será iluminada.

Além da obra, um trecho de aproximadamente 150 metros do muro de proteção, próximo à passarela, será substituído por um modelo com placas de concreto armado e tela para assegurar a visibilidade da ferrovia. A partir da inauguração, será vetada a travessia de pedestres sobre os trilhos, como ocorre hoje.

Passarelas em Timóteo e Santana do Paraíso
Conforme já noticiado pelo Diário do Aço, em dezembro de 2023 a Vale entregou a obra de duas passarelas, uma Santana do Paraíso e outra em Timóteo.

Em Timóteo, o equipamento foi instalado à margem da BR-381, ligando a rua das Indústrias, no bairro Alegre, ao contorno rodoviário, em frente ao bairro Nova Esperança. A estrutura conta com 160 metros de extensão. A travessia de pedestres recebeu rampa, iluminação e sinalização. Também foi feito um muro de proteção, com 83 metros de extensão.

Em Santana do Paraíso, a passarela foi construída no bairro Ipaba de Santana do Paraíso (Ipabinha). Conforme a assessoria de imprensa da Vale, a estrutura tem aproximadamente 210 metros de extensão, considerando 30 metros de travessia e 180 metros de rampa. Também foi construído um muro de proteção nas proximidades da passarela. Veja como é feita hoje a travessia sobre a EFVM:



Já publicado


Ipatinga e Paraíso debatem novo acesso ao Aeroporto Regional

Aeroporto Regional do Vale do Aço é incluído na programação de obras do PAC 3
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Paulo

18 de março, 2024 | 20:37

“Se a ferrovia é concessão pública acho muito mais eficiente a empresa privada fazer as melhorias, pois fica bem mais barato, vai terminar mais rápido e evita proprina.”

Sabe de Nada, Inocente.

16 de março, 2024 | 22:04

“Para o povo que não sabe de nada, pois são inocentes.
A rodovia é de poder público federal e que não tem interesse em "patrocinar" a travessia até o outro lado, pois a empresa ferroviária não "molhou a mão" dos políticos. Sendo assim, sem verba, sem obra. Parabéns a vale por fazer a parte dela e dar uma banana para político safado que fica pedindo propina para fazer a obrigação do estado.”

Obras Privadas

16 de março, 2024 | 10:27

“O melhor é a galera cobrar obras públicas de empresas privadas. Por que não construir a passarela toda, hein Vale? Enquanto isso o poder público te entuba de impostsos. Vá cobrar obras pública do poder público!”

Estranho

16 de março, 2024 | 10:02

“?tima iniciativa, obra de extrema necessidade, a proposito a passarela do Amaro Lanari para o bairro Horto;, teve uma falha expressiva, na minha humilde visão e opinião; os transeuntes finalizam a descida na faixa de acostamento da 381, porque não estenderam a passarela até o outro lado da 381???? local perigoso e de transito rápido.”

Envie seu Comentário