Expo Usipa 2024 02 - 728x90

17 de abril, de 2024 | 18:20

TCU libera a ANTT para continuar com o edital de licitação da BR-381

Alex Ferreira
Principais alterações incluem participação internacional, investimentos de 9,26 bilhões de reais, instalação de sistemas de controle de tráfego e retirada do trecho da BR-262 Principais alterações incluem participação internacional, investimentos de 9,26 bilhões de reais, instalação de sistemas de controle de tráfego e retirada do trecho da BR-262

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (17) o Edital de Licitação da BR-381 pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que agora seguirá para ajustes finais antes do leilão previsto para o segundo semestre. A informação foi divulgada pela assessoria de comunicação do deputado estadual Celinho Sintrocel (PCdoB).

A modelagem do projeto foi atualizada em resposta à falta de lances no leilão anterior. Principais alterações incluem participação internacional, investimentos de 9,26 bilhões de reais, instalação de sistemas de controle de tráfego e retirada do trecho da BR-262. Taxa de retorno aumenta para 11,87%.

O deputado Celinho acompanhou de perto a votação do TCU e comemorou a aprovação: “É mais uma boa notícia. Depois das alterações propostas pela ANTT e aprovadas pelo ministro (Antonio) Anastasia, demos mais um passo para o início das obras. Como ficou, o Edital é muito mais atraente para a iniciativa privada. Estou muito confiante. Ainda este ano, eu espero ver a ordem de serviço ser dada pelo Ministro dos Transporte”.

Saiba mais:
-Concessão prevê cerca de R$ 10 bilhões em investimentos na BR-391 enre BH e GV
-Movimento Pró-Vidas avalia que obra a ser feita pelo Dnit viabiliza concessão da BR-381
-Risco geológico e desapropriações são apontados como pontos a serem revisados no edital da BR-381
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário