21 de junho, de 2024 | 06:12

Homem é encontrado morto a tiros na BR-381 em Timóteo

Família identificou a vítima que foi assassinada durante a madrugada de sexta-feira nas proximidades do Nova Esperança

Atualizada às 14h54
Identificado no fim da manhã desta sexta-feira (21) o corpo do homem encontrado assassinado durante a madrugada do mesmo dia, à margem da BR-381, na altura do acesso ao bairro Nova Esperança, em Timóteo. A vítima é Glaucinei Miranda da Cruz, de 38 anos, conhecido como “Cigano”, que apresentava diversas perfurações por disparos de arma de fogo no tórax, braço e cabeça.

O Diário do Aço apurou com fontes da Polícia Militar que a Central de Operações da PM (Copom) recebeu a denúncia sobre o corpo de uma pessoa caída na rodovia federal, no Contorno Rodoviário, por volta de 1h. No local indicado, os policiais confirmaram a informação e o ferido apresentava sinais vitais. Uma equipe do Samu foi acionada, porém, a vítima não resistiu e morreu antes de receber o atendimento.

A área foi preservada para o trabalho da perícia criminal da Polícia Civil, quando se constataram marcas de sangue distantes 100 metros de onde estava o corpo. A vítima, que estava descalça e trajava bermuda estampada de tactel e camiseta azul rasgada, também apresentava barba e cabelos grandes, além de tatuagens no braço direito.

Os policiais verificaram que o desconhecido foi morto com diversos tiros que atingiram a cabeça e tórax, além de um dos braços. Ninguém nas proximidades soube informar sobre quem seria a vítima.

Após os trabalhos da perícia da Polícia Civil, o corpo da vítima foi encaminhado pela funerária Aliança para o Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga, onde foi necropsiado. O registro do homicídio ficou a cargo da Polícia Rodoviária Federal.

Família identifica a vítima no IML de Ipatinga

No fim da manhã, familiares foram ao IML e identificaram o assassinado, porém, eles não conseguiram documento da vítima e fizeram o termo de reconhecimento junto à Polícia Civil.

A família indicou um endereço do distrito de Vale Verde de Minas, em Ipaba, onde Cigano morava, mas ele possuía junto à polícia outros endereços residenciais, como no bairro Nova esperança, em Timóteo, e no distrito de São Sebastião de Braúnas, em Belo Oriente.

O sepultamento foi marcado para ser realizado no cemitério de Ipaba. Fontes da polícia informaram que Glaucinei tinha passagens policiais, inclusive ele saiu do presídio de Coronel Fabriciano no último dia 27 de abri de 2024.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário