23 de junho, de 2024 | 11:22

Furto e incêndio de veículo na zona rural de Naque

Enviada por leitor
Fiat Idea da vítima foi queimadoFiat Idea da vítima foi queimado

Na noite de sábado (22), um veterano da Polícia Militar teve seu veículo furtado durante um evento familiar na área rural do Naque. J.G.C., de 63 anos, residente em Periquito, relatou à polícia que chegou ao Córrego Felicíssimo por volta das 19h para participar de um aniversário. Ao retornar, percebeu que seu Fiat Idea, de cor branca e placa IUU5C86, havia sido levado.

Segundo J.G.C., o veículo estava trancado quando foi estacionado. No local do furto, foram encontrados indícios de tentativa de furto em outros veículos, pois vários carros apresentavam manchas de mãos sujas de graxa, sugerindo a ação de um ou mais criminosos.

Durante o rastreamento para localizar o veículo, a polícia recebeu uma informação sobre um carro em chamas nas proximidades do antigo aeroporto da Cenibra, em uma área de eucalipto. Ao chegarem ao local, os policiais constataram que o veículo incendiado se tratava do Fiat Idea de J.G.C., agora totalmente queimado e danificado. J.G.C. reconheceu o carro, confirmando ser o seu.

A perícia orientou que fosse solicitado um guincho credenciado para que posteriormente pudesse ser realizada a análise pericial. J.G.C. afirmou que não havia nada no veículo que indicasse tratar-se de um carro de policial. Na localização do veículo, também não foram encontrados indícios que pudessem identificar o autor ou autores do crime.

A carcaça do veículo foi encaminhada ao pátio Belo Oriente. O caso foi registrado para que outras providências sejam tomadas na investigação do crime.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário