Expo Usipa 2024 02 - 728x90

14 de fevereiro, de 2024 | 17:18

Brasil registra primeira fuga de presos do sistema penitenciário federal

SNPP/Gov
Dois homens fugiram da Penitenciária Federal de MossoróDois homens fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró

Dois presos escaparam da Penitenciária Federal de Mossoró (RN), 280 quilômetros a oeste de Natal (RN). Trata-se da primeira vez que detentos conseguem escapar de uma das cinco penitenciárias de segurança máxima do país.
Além de acionar a Polícia Federal (PF), o Ministério da Justiça e Segurança Pública pediu o apoio das secretarias da Segurança Pública e da Defesa Social e de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte para localizar os fugitivos.

A fuga se tornou pública na manhã desta quarta-feira (14). Segundo o ministério, todas as providências necessárias para recapturar os foragidos e esclarecer as circunstâncias da fuga já estão sendo adotadas. O secretário nacional de Políticas Penais (Senappen), André Garcia, foi a Mossoró a fim de acompanhar de perto a apuração dos fatos.
Segundo informações preliminares, confirmadas pela Agência Brasil, os dois fugitivos são Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento.

O governo do Rio Grande do Norte informa que entrou em contato com as secretarias de Segurança Pública da Paraíba e do Ceará para reformar a segurança na divisa dos estados.

Responsável por coordenar o sistema penitenciário federal, a Secretaria Nacional de Políticas Penais, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, informa em seu site que "nunca houve fuga, rebelião, nem entrada de materiais ilícitos" nas unidades penitenciárias federais, “referências de disciplina e procedimento”.

Há, no Brasil, cinco penitenciárias federais em funcionamento. Classificadas como presídios de segurança máxima, cada unidade conta com sistema de vigilância avançado com captação de som ambiente e monitoramento de vídeo – material de vigilância que a secretaria afirma ser replicado, em tempo real, para a sede da Senappen, em Brasília. (Agência Brasil)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Zoio de Zoiar

16 de fevereiro, 2024 | 13:30

“Todo Carnaval tem seu fim. Lembre-se até em Alcatraz fugiram.Nenhum lugar é seguro nem sagrado, e é por isso que devemos está sempre alerta.”

Jose

15 de fevereiro, 2024 | 13:51

“Nem se eu vivesse mais cem anos, não acreditaria que isto foi uma fuga. É muita cara de pau! Cruzes!”

Timotense

15 de fevereiro, 2024 | 08:36

“Presídio federal em um estado pobre é a entrada pra corrupção.”

Jose Geraldo

15 de fevereiro, 2024 | 06:37

“Brasil o país da insegurança máxima!!!”

Coringa

14 de fevereiro, 2024 | 22:21

“Tudo tem seu preço...até a liberdade...ou, como diz um amigo crente: Conhecerás a verdade e a verba os libertará...”

Tomate

14 de fevereiro, 2024 | 21:26

“O sistema do judiciário no Brasil em território brasileiro é um sistema falido em todos os quesitos leis fracas frágeis sistema corrupto cheio de falhas.”

Fabricio Silva

14 de fevereiro, 2024 | 19:25

“Segurança máxima, facilitada provavelmente, só não pode relacionar com o governo.
Imagina o quanto é gasto para essas 5 penitenciárias ditas seguranças máximas, aonde tem povo, tem corrupção, todo homem tem seu preço.

IA , está chegando, aí sim, colocar humanoides para vigiar, vai ser solução.”

Envie seu Comentário